Hélio Martins Coelho
  • Palavras chave

  • « | Home | »

    Você e os 33 anos

    Gostaria de transmitir a vocês alguns pensamentos sobre atividades profissionais nos próximos anos.

    1.Podemos dividir a economia, como segue:

    Setor Primário – Mineração e Agricultura (Pecuária e lavoura) – incluindo exploração silvo florestal.

    Setor Secundário – Indústria – desde a fabricação das primitivas esteiras de transporte sem rodas, até a fabricação de eletrônicos e a bomba atômica.

    Setor Terceiro – Serviços – que nas tribos primitivas eram executados pelos curandeiros e pajés. Atualmente por todos os prestadores de serviços desde médicos e advogados, até consultores das mais variadas atividades,encanadores,trabalhadores em limpeza etc.

    2. Cada pessoa nasce com uma genética própria dele. A criação, a educação, as influencias do meio em que vive vão interagir com o que cada um traz nos genes – madurando ou não uma pessoa, que certamente vai ser diferente de qualquer outros.

    3. É compreensível que em famílias com disponibilidade de recursos patrimoniais, de atividades produtivas ou de negócios haja uma “vontade” de trabalhar dentro das estruturas existentes.

    4. Uma sociedade civilizada cria infinitas variedades de possibilidades de exercício profissional e de meios de vida.

    5. O volume de conhecimentos que está sendo gerado é muito grande. Conhecimentos científicos e empíricos são expandidos o tempo todo. Tecnologias são desenvolvidas e a possibilidade de aplicações novas são quase infinitas.

    6. O setor terciário – Serviços é o que mais cresce.

    7. A gama de atividades na agricultura, nos negócios imobiliários tem limitações. Não temos capacidade de crescer o suficiente para aproveitar todo o talento disponível nas pessoas dos nossos 17 netos, 04 bisnetos e os outros que virão.

    8. Nem convém absorver. Em especial não convém para vocês, na maioria das situações.
    Atritos, conflitos, stress ocorrem em qualquer relacionamento. Quando entra o fator parentesco: (pais, filhos, irmãos, tios, etc.), entra o fator afetivo com muito mais intensidade.

    Filosofando:

    O que Cynthia, Hélio e os pais de vocês querem é o melhor para cada um: sucesso no trabalho, amor, satisfação, felicidade.

    - Se “pintar“ uma atividade conosco, ok – mas lembre sempre que trabalhando com parentes o fator afetivo complica o relacionamento.

    Tanto o “patrão” como o “peão” acabam engolindo mais “sapos” do que gostariam de engolir.

    D. Cynthia’s Says: “ That is the way the cookie crumbles.”

    Dr. Hélio: “Você é você e suas circunstâncias”.

    Até os 23 anos você acha que “pode fazer tudo o que quiser”. Dos 23 aos 33, você descobre as limitações, suas e das circunstâncias!!!

    Para ser uma pessoa equilibrada você tem de reconhecer e respeitar essas limitações.

    Categorias: Para leitura da familia | Sem Comentários »

    Comentários